24 de nov de 2009


Como os ventos
minha cabeça roda,
e voa, e pesa, para baixo.
A primavera visita minha casa
e eu a recebo
como se nunca estivera...
Tanta cor, tanto verde,
tanta flor,
e eu batendo pelas paredes
com labirintite.
Que dicotomia!
E a lua ri de mim...

3 comentários:

  1. eu ainda era "quase"adolescente quando ouvi sua voz:pura,limpa,linda de ouvir.Nunca me esqueci de Vai,vai,vai começar a brincadeira...
    E uma pena que parou,pois hoje temos poucas opções de vozes bonitas como a sua!Fique com Deus...

    ResponderExcluir
  2. Bateu aquele saudosismo e me eti youtub a dentro à procura da doce cantora de À Sombra dos laranjais ("O Circo") e da estranha "Caso você case", que tanto intrigou a cabeça dos meus 10- 12 anos de idade.Fiquei feliz por rencontrá-la e (re)conhecê-la depois desses anos todos. Vou seguindo o seu blog. Aí tem poesia! Bj.

    ResponderExcluir
  3. Marília,sua voz pra mim é inesquecível!!!As canções que voce interpretava pra mim são inesquecíveis!!!Sou seu fan incondicional, é assim que se define, quando gostamos demais da voz, das músicas, da performance de palco, da beleza física e interior de uma cantora, que pode ser esquecida pela mídia, mas que pra mim é inesquecível!!Adoro voce e toda sua obra, tanto na música como na interpretação na TV como atriz.Beijos!!!

    ResponderExcluir