28 de set de 2009


Da vida comum
só os laços comuns
me interessam.
Nada que me ofereça hoje
uma "ideia" de novidade
pode me interessar,
por mais simplório
que tudo possa parecer
não quero surpresas.
Sei o que quero,
sei do que preciso.
Não tentem me surpreender,
não estou disponível.
*


Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir